Prêmio Master Águia Americana 2019
29 de janeiro de 2019
Empresa da região é pioneira no serviço de escritórios compartilhados
13 de março de 2019

As ideias e inovações que levaram Israel a se tornar um polo de Startups e tecnologia.

 

Dura 20 minutos a viagem entre o aeroporto Bem Gurion e o centro de Tel Aviv. Tempo suficiente para aprimorar o hebraico no app de idiomas Babylon e, de quebra, conhecer uma tecnologia israelense antes mesmo de chegar á cidade.

Segunda a maior concentração de iniciativas high-tech do mundo, o Silicon Wadi é berço de empresas como aplicativo de trânsito Waze e a plataforma de sites Wix. Gigantes como Facebook e a Amazon têm escritórios alocados na Rotshchild Boulevard, uma região desértica até cem anos atrás.

‘’Israel inovou por questões de sobrevivência’’, diz Daniel Schneider, autor do livro pense com calma, aja rápido (2018). Veteranos no serviço de inteligência do país, o brasileiro conta que o clima, somado á necessidade, fomentou toda essa inovação. Na página seguinte, listamos algumas iniciativas que, até hoje, resolvem problemas como criatividade.

Números: São cerca de 1.035 Startups e Coworkings na região de Tel Aviv-yafo, de acordo com o site Mapped In Israel. Em todo o país, a conta passa a marca de 10 mil, afirma Schnaider. O autor diz que, em 2017, a venda de 127 Startups fez circularem quase 23 bilhões de dólares por lá.

Oásis Da Inovação

Três áreas que estão sendo transformadas por ideias israelenses.

  • Trânsito: Após o Waze mudar a circulação de veículos em todo mundo, novas companhias apostam na segurança do motorista. A Nexar, por exemplo, grava o trajeto e emite alertas de riscos em tempo real.
  • Saúde: A tecnologia revolucionaria exames clínicos. A Sight Diagnostic realiza análises com uma gota de sangue. Já a Health.io faz exames de urina usando fotos celulares: os pixels são analisados para diagnóstico.
  • Burocracia: Com até 94% de precisão, o LawGeek é um leitor automático que identifica incoerências em contratos, Já a BlueVine girou, em 2017. Cerca de meio milhão de dólares em empréstimos pessoais.

Por: Eduardo Do Vale.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

FAÇA UMA SIMULAÇÃO